Portal NippoBrasil - OnLine - 17 anos
Arquivo NippoBrasil: Zashi - Destaques

Destaques: NippoBrasil
    

Japoneses Notáveis
Matéria publicada no Zashi edição 4 - Dezembro de 2007

Yukichi Fukuzawa

Após dedicar sua vida aos estudos e à difusão da cultura ocidental no arquipélago,
pesquisador teve sua imagem imortalizada na cédula de ¥ 10 mil


O best seller Gakumon no Susume (Convite aos Estudos), de Fukuzawa, foi a base para o desenvolvimento do capitalismo do Japão moderno

Atualmente, ele estampa a cédula de ¥ 10 mil. Quem poderia dizer que alguém que, na infância, não gostava de leituras poderia chegar a tal nível de notoriedade? Nascido como o segundo filho de um samurai do feudo de Nakatasu em Echizen-no-kuni (atual município de Nakatsu, província de Ôita), Yukichi Fukazawa teve uma vida dedicada aos estudos e à divulgação da cultura do Ocidente no Japão. Conheceu vários países do mundo e teve a oportunidade de pesquisar, em outras sociedades, melhorias para levar ao povo japonês. Por tudo isso, a homenagem na cédula parece mais do que justificada.

História

Fukuzawa nasceu em 10 de janeiro de 1835. Seu pai foi um samurai de baixo escalão versado no estudo do confucionismo, cujo trabalho era realizar negociações com comerciantes de Osaka.

Aos 19 anos, mudou-se para Nagasaki para estudar rangaku (estudos da língua e da medicina holandesas). No ano seguinte, em 1855, foi para Osaka a fim de continuar os estudos de rangaku.

Carreira

Era o ano de 1858 quando Fukuzawa chegou em Tóquio com o objetivo de tornar-se professor de rangaku. Hospedado na casa da família Okuhira, o estudioso começou a lecionar rangaku em uma área dessa habitação. Essa escola de estudos ocidentais foi a base para a fundação da atual Universidade Keio.

Em 1860, ele viajou para os Estados Unidos, no navio Kanrin-maru.

Cultura

Uma vez em terras americanas, Fukuzawa constatou que já conhecia muitos fatos relacionados à área das ciências por meio de leituras prévias. Entretanto, por causa do desconhecimento dos usos e dos costumes do país, sofreu constantes choques culturais.

Ao retornar dos Estados Unidos, Fukuzawa passou a lecionar inglês e a difundir a cultura ocidental no Japão. Em 1860, ele viajou à Europa como um dos emissários do xogunato Tokugawa. No Velho Continente, ele também ficou surpreso com as diferenças culturais que não se podia apreender pelos livros. Fukuzawa aproveitou sua estada na Europa para pesquisar sobre o funcionamento dos sistemas hospitalar e bancário, as leis que regem o correio e o recrutamento de soldados, o sistema eleitoral, entre outros aspectos da sociedade ocidental.

Em 1868, primeiro ano da Era Meiji, o já filósofo e pedagogo Fukuzawa mudou o nome da escola Rangaku-juku para Keiô Gijuku, passando a se dedicar às atividades educacionais.

Faleceu em 3 de fevereiro de 1901, vítima de derrame.

**Japoneses Notáveis é uma seção bimestral produzida pelas professoras Akiko Kurihara, Hiroko Nishizawa e Kurenai Nagahama, com tradução de Akiko Kurihara e Arísia Noguchi.

© Copyright 1992 - 2015 - Portal NippoBrasil

Todos os direitos reservados - www.nippo.com.br


8 usuários online


Redação: editor@nippo.com.br

Diretoria: diretoria@nippo.com.br

Vendas: anuncie@nippo.com.br

Tel: (11) 9 5371 4019 (TIM)